segunda-feira, fevereiro 27, 2006
"Mãe... matei o Super-Homem" - Carnaval de 1985 (Parte II)

Esta é a segunda metade de uma história que começou no post anterior. Se ainda não o leu, talvez o queira fazer agora, se não, tanto se me dá como se me deu!


Quanto a mim, depois de ter sido obrigado a vestir a roupa que tinha na mochila, esperavam-me umas valentes reguadas. Levei até ficar com a palma das mãos dormentes. Nem sei quantas. Perdi-lhe a conta às 50. Mas não chorei. Porque o Conan… não chora! Depois a professora levou-me a casa puxado por uma orelha que, juraria, ficou com o dobro do tamanho. Contou tudo à minha mãe.

- O que é que tu fizeste?!!!

- …Matei o Super-Homem… - disse, sem nunca tirar os olhos do chão.

Levei mais uma tareia. Desta vez de chinelo. Não doía muito, mas eu e os meus irmãos fingíamos sempre muito choro para ela não se lembrar de arranjar um instrumento que doesse a valer. E, à noite, ia chegar o meu pai. Havia, ainda, a possibilidade de sentir o cinto. Mas o homem deve ter achado que eu já tinha levado a minha conta e ficou-se por uma palestra pedagógica. O que eu não esperava era que aparecesse lá por casa, a seguir à novela, a mãe do Serginho acompanhada pelo rapaz e pela sua cabeça envolta em ligaduras. A minha mãe foi à rua falar com a mulher e eu fiquei a espreitar por um canto da janela da cozinha.

- Já viu o que o seu Raimundo fez ao meu Serginho?

- Pois. Desculpe lá. Sabe como são os catraios! – tenta acalmá-la!

- Levou 12 pontos na cabeça!

- Deixe que eu pago-lhe a conta do hospital!

- Não quero que pague nada. Quero é que dê uma coça valente ao seu rapaz.

Se há coisa que a mãe detesta é que lhe digam como fazer o que quer que seja. Quanto mais educar um filho.

- O meu rapaz já levou a coça que tinha que levar.

- Não chega. Tem que levar mais. Que é para não voltar a fazer isto! 12 pontos!... já viu?

- Olhe… quem decide como castigar o meu filho sou eu. Amanhã eles já são amigos outra vez e nem se vão lembrar disto. Se quer que lhe pague a conta tudo bem… se não, pode voltar pelo caminho que veio.

- Com uma mãe assim não admira que o filho saia como saiu.

A minha velhota esboça o início de uma resposta… mas vira-lhe as costas e encaminha-se para dentro de casa. A outra não desiste…

- O seu filho é um bárbaro! – grita desde o portão da entrada – Um bárbaro!...

A minha mãe vê-me a espreitar pelo fundo da janela. Pára. Volta-se para trás e, com um brilhozinho de raiva nos olhos, devolve-lhe no mesmo tom antes de bater com estrondo a porta de entrada:

- Pois é!... Mas não é um bárbaro qualquer!... É o Conan!... E acaba de abrir a cabeça ao Super-Homem!


Quando ela passa por mim estou de pé junto à janela. Com um sorriso de orelha a orelha. De peito feito por achar que, apesar das chineladas, ela está orgulhosa de mim…

- Estás a rir-te de quê? Para o ano, no desfile da escola, vais de fada madrinha com o vestido da tua irmã!

Para mal dos meus pecados, a minha mãe cumpre sempre as promessas…

posted by Raimundo @ segunda-feira, fevereiro 27, 2006  
3 Obscenidades evitáveis:
  • At 27 fevereiro, 2006 15:45, Anonymous Nuno B. said…

    De Conan é, pelo menos, original... já eu ía sempre de Zorro com aquele kit tradicional que já vinha com uma pistola, uma estrela, uma espada de 30 centímetros e um chapeu de um plástico manhoso que rompia ao fim do primeiro dia...

     
  • At 27 fevereiro, 2006 19:29, Anonymous jack said…

    Eh o k eu digo... Soh traumas na tua vida! e toda a gente sabe k o homem mais forte do mundo eh o incrivel Hulk! nem conan nem superhomem. o bicho verde - nao confudir com bichas verdes k moram lah pos lados de alvalade - eh a criatura mais poderosa do universo.

     
  • At 28 fevereiro, 2006 12:01, Blogger nuno said…

    o homem mais forte do mundo é o songoku! mesmo depois de morrer continuava a fazer estragos... e isto sem se transformar sem super guerreiro! hás-de cá vir com a tua espada, que eu mando-te um kamehameh!

     
Enviar um comentário
<< Home
 
 


Nome: Raimundo
Morada: Algures em algum sítio, bem no meio de..., Portugal
Que mais queres tu?
Então vê o perfil

Blog aberto a fumadores. E não... não temos as dimensões estipuladas por lei para poder ter um espaço para fumadores. E como estamos num país de chibos, já estou mesmo a ver: um dia destes há uma denúncia anónima e aparecem-me aí uns estupores da ASAE para fechar o tasco!

http://www.totse.com/en/bad_ideas/ka_fucking_boom/atomic.html

Imbecilidades diárias
O Mundo desde o início
Mundos aliados
Mundos de subversão
Mundos da Cova
Mundos de sabedoria
Mundos em hibernação
Usurários

Powered by Blogger

15n41n1